MANIFESTAÇÃO

Grupo de vizinhos de Geraldo Julio apoia acampamento de ativistas em frente à casa do prefeito do Recife

Além de lençóis e colchonetes, parte dos moradores levou água e mantimentos para os militantes que dormiram em frente do prédio onde o socialista mora

Da Rádio Jornal, atualizada às 12h46
Da Rádio Jornal, atualizada às 12h46
Publicado em 08/05/2015 às 8:56
Leitura:
Ativistas dormiram em barracas emprestadas por vizinhos do prefeito que são solidários à causa. Foto: Rafael Carneiro/Rádio Jornal


Ativistas do Movimento Ocupe Estelita, contrário a execução do Projeto Novo Recife, estão acampados em frente ao prédio onde mora o prefeito da Cidade, Geraldo Julio, na Madalena, Zona Norte do Recife. O grupo que está na frente do residencial desde a noite da quinta-feira (7) é composto por pouco mais de 80 dos 3 mil militantes que realizaram passeata pedindo a saída do prefeito da gestão.

A rua está interditada por militantes que seguram duas faixas nas extreminades do quarteirão para tentar impedidir a entrada de carros. Na manhã desta sexta-feira (8), vizinhos do prefeito prestam solidariedade aos ativistas servindo água e mantimentos. Na noite enterior, eles ajudaram os integrantes do Ocupe Estelita emprestando-lhes colchonetes e barracas de campping.

A polícia militar está no local, onde a movimentação é tranquila. De acordo com testemunhas, câmeras de seguranças foram quebradas e uma pixação foi feita no muro do residencial. Saiba mais na reportagem de Rafael Carneiro:

A prefeitura do Recife não se manifestou sobre o protesto do Ocupe Estelita e do Movimento Direitos Urbanos e nem divulgou a agenda de Geraldo Julio. O secretário de Desenvolvimento e Planejamento Urbano do Recife, Antônio Alexandre, condenou agora pela manhã os protestos do Movimento Ocupe Estelita e afirmou que os pontos do projeto vem sendo discutidos com a sociedade há um ano.

Mais Lidas