PROTESTO

Depois de morte de estudante, alunos fazem protesto na UFPE contra más condições do transporte público

Concentração do ato acontece no CCB, manifestantes devem fechar a BR-101, na altura da Casa do Estudante

Da Rádio Jornal; atualizada às 17h45
Da Rádio Jornal; atualizada às 17h45
Publicado em 11/05/2015 às 17:18
Leitura:
Foto: Reprodução / Facebook


Em homenagem à estudante Camila Mirelle, 18 anos, que morreu depois de cair de um ônibus lotado na última sexta-feira (8), e contra as más condições do transporte público no Grande Recife, estudantes da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) protestam nesta segunda (11).

A concentração aconteceu no Centro de Ciências Biológicas (UFPE) e os estudantes saíram em caminhada até a Casa do Estudante, local onde aconteceu o acidente. A BR-101 tem o trânsito bloqueado por causa da manifestação. O avô da jovem fez um discurso emocionado e os estudantes gritam que "não foi acidente":



A estudante de Biomedicina, Bárbara Lima, não conhecia Camila Mirelle, mas estava no ônibus na hora do acidente. Ela conta que a menina logo foi socorrida:



Foto: Ísis Lima / Rádio Jornal


Camila morreu depois que a porta do ônibus que ela estava abriu. A jovem foi arremessada para fora do veículo, na BR-101, na Cidade Universitária. A jovem foi sepultada no Barro, no sábado (9). O Grande Recife Consórcio de Transporte informou que está acompanhando as investigações e se coloca à disposição para colaborar com a família. A Polícia Civil informou que quem está investigando o caso é a Delegacia de Trânsito.

LEIA MAIS
Estudantes da UFPE protestam contra insegurança no transporte público após morte de universitária

Mais Lidas