ECONOMIA

FGV vai avaliar estudo de revisão do contrato da Arena Pernambuco

Os três principais clubes de Pernambuco e a Federação Pernambucana de Futebol vão ser convidados a participar do estudo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/05/2015 às 18:04
Leitura:
Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem


Em reunião extraordinária na sede da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), nesta quinta-feira (14), o vice-governador de Pernambuco, Raul Henry, respondeu questionamentos da oposição referentes aos termos constratuais da construção da Arena Pernambuco.

O principal ponto de questionamento diz respeito ao aditivo que dispensou a exigência da viabilidade econômica da Parceria Público Privada (PPP) com o consórcio Odebrechet. Raul Henry respondeu dizendo que, na época da construção do estádio, a situação econômica do país era outra. A Arena Pernambuco custou R$ 479 milhões e o modelo de PPP deveria baratear a gestão.

Os deputados Sílvio Costa Filho, Edilson Silva e Romário Dias questionaram como o governo pretende viabilizar a manutenção do estádio. O vice-governador informou que o Estado está convocando a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para um estudo de revisão do contrato. Os três principais clubes de Pernambuco e a Federação Pernambucana de Futebol vão ser convidados a participar do estudo.

Mais Lidas