Educação

Reitor reeleito, Anísio Brasileiro promete modernizar o ensino e melhorar a infraestrutura da UFPE

Anísio venceu o pleito com quase dois terços dos votos válidos. Pouco mais de 14 mil dos 43 mil aptos a votar foram às urnas.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/05/2015 às 8:36
Leitura:
Foto: Passarinho/Divulgação


O reitor da Universidade Federal de Pernambuco venceu o segundo turno das eleições com 60,39% por cento dos votos válidos. O professor Edilson Fernandes de Souza ficou com 33,66% dos votos e perdeu a disputa. Enquanto isso, 4,16% dos votos foram considerados nulos e 1,79% foram em branco. A votação, iniciada às 9h da última quarta-feira (13), durou 12 horas. Pouco mais de 14 mil dos 43 mil aptos a votar foram às urnas.

A lista com os nomes dos candidatos mais votados será encaminhada para o ministério de educação ratificar o nome de Anísio Brasileiro. Florisbela Campos, professora do departamento de nutrição e diretora do Centro Acadêmico de Vitória será a vice-reitora.

São muitos os desafios para a gestão até 2019, desde os restaurantes universitários até o hospital das clínicas. O reitor reeleito e docente do Departamento de Engenharia, Anísio Brasileiro, afirma que o compromisso é trabalho:

Enquanto isso, os professores da UFPE participam de assembleia na sede da associação na cidade universitária. Em pauta, a deliberação de greve por tempo indeterminado por conta de questões salariais e condições de trabalho.

Já na Universidade de Pernambuco, a paralisação será na próxima quarta-feira (20) com uma caminhada que sai do Hospital Oswaldo Cruz e vai até a Praça da República. No dia seguinte, representantes dos professores e servidores discutem com o governo a autonomia financeira da instituição de ensino.

Mais Lidas