investigações

Sem indiciamento, inquérito sobre a morte do músico na plataforma do metrô será arquivado

Jessé de Paula morreu no dia 10 de março deste ano, após ser atingido pelo retrovisor de um trem e cair sobre a plataforma.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 15/05/2015 às 6:22
Leitura:
Foto: reprodução/arquivo pessoal do artista


Jessé de Paula Silva, de 30 anos, morreu após ser atingido pelo retrovisor de um trem na plataforma de embarque e desembarque do Largo da Paz, em Afogados, no dia 10 de março. O trabalho da polícia foi finalizado com a conclusão de que o violonista foi vítima de um acidente.

Ao todo, 16 depoimentos foram tomados, além da análise das imagens do circuito interno e um laudo do instituto de criminalística. Com o impacto da batida do retrovisor da composição da Linha Sul, que vinha no sentido Recife-Cajueiro Seco, Jessé de Paula Silva teve fratura no pescoço.

O músico era conhecido por se apresentar nas estações do metrô e nos ônibus da Região Metropolitana do Recife. O Metrorec informa que os passageiros devem ficar antes da linha amarela como medida de segurança.

O delegado da Delegacia de Afogados, Humberto Ramos, responsável pelo inquérito, resume a ocorrência trágica:

Mais Lidas