INVESTIGAÇÕES

Refinaria Abreu e Lima recebe vistoria de deputados federais que compõem a CPI da Petrobras

Em abril, o balanço contábil da Petrobras revelou que o ajuste de ativos que perderam valor da Refinaria Abreu e Lima passou de pouco mais de R$ 16 bilhões para R$ 7,3 bilhões

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/05/2015 às 15:00
Leitura:
Foto: Guga Matos / JC Imagem


Quatro deputados federais que compõem a CPI da Petrobras realizaram uma vistoria, nesta segunda-feira (18), nas dependências da Refinaria Abreu e Lima, localizada no Complexo Industrial de Suape, em Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife. O grupo é composto por dois parlamentares pernambucanos, Kaio Maniçoba, do PHS, e Fernando Monteiro, do PP, e conta também com Altineu Côrtes, do PR do Rio de Janeiro, e o delegado Waldir Soares, do PSDB de Goiás.

Depois de coletar as informações necessárias, o grupo vai analisar e fazer um relatório do andamento da construção do empreendimento, que foi atingido pelo escândalo de corrupção na Petrobras. O deputado federal Kaio Maniçoba detalha o trabalho realizado:

Em abril, o balanço contábil da Petrobras revelou que o ajuste de ativos que perderam valor da Refinaria Abreu e Lima passou de pouco mais de R$ 16 bilhões para R$ 7,3 bilhões. A obra é uma das citadas e investigadas na Operação Lava-Jato, devido ao suposto superfaturamento dos valores decorrentes do esquema de corrupção que desviou recursos da Petrobras.

Devido aos problemas, as obras da Refinaria Abreu e Lima deveriam estar prontas desde 2011, mas não foram totalmente entregues e ainda não têm previsão para isso. Atualmente, cerca de 80% do projeto está pronto.

Além da refinaria, a comissão de deputados já percorreu as instalações do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, empreendimento que também foi atingido pelos desvios de recursos.

Mais Lidas