LUTO NO FUTEBOL

Torcedor mais famoso do Sport, Zé do Rádio morre no Recife aos 70 anos

Ainda não existem informações sobre a causa da morte e nem horário de velório e enterro

Da Rádio Jornal; atualizada às 16h16
Da Rádio Jornal; atualizada às 16h16
Publicado em 21/05/2015 às 12:47
Leitura:
Foto: reprodução/internet


Nascido em 1945, Ivanildo Firmino dos Santos, o Zé do Rádio, foi um dos torcedores mais "chatos" que o futebol pernambucano já conheceu. Ele falaceu na manhã desta quinta-feira (21), no Hospital Português.

Ele deu entrada no Real Hospital Português na madrugada de hoje (21/05), com sintomas de parada cardiorrespiratória. De acordo com a assessoria do hospital, ele foi reanimado e internado na Unidade de Recuperação Cardiotorácica (URCT). Em seguida, ele teve nova parada cardiorrespiratória, não respondendo às manobras habituais. A morte foi confirmada às 10h30.

Foto: acervo JC Imagem


Em entrevista ao comunicador Geraldo Freire, Zé do Rádio, depois de transplantado, fala sobre os cuidados com a saúde e a família e é categórico: "Não há coisa melhor no mundo do que se olhar no espelho e dizer: 'eu gosto de mim mesmo'"

Zé do Rádio ficou famoso em 18 de agosto de 1999, em virtude de um jogo Sport x Portuguesa pelo Campeonato Brasileiro, realizado na Ilha do Retiro e vencido pelo time pernambucano por 1 a 0. Na ocasião, Zagallo – então técnico da Portuguesa – se irritou com um torcedor que sentava atrás do banco de reservas rubro-verde com um grande e potente rádio.

Em 2001, Zé do Rádio foi chamado por Zagallo, em um programa de TV, de "o torcedor mais chato do Brasil". Em 2016, ele entrou no Guiness Book. Nos jogos, ele sempre ficava ao lado do técnico adversário com um enorme rádio com som nas alturas.

Em 2002, ele foi submetido a um transplante do coração. O torcedor que doou o coração a Zé do Rádio era fã do Náutico. Zé do Rádio tinha diabetes, era hipertenso e doente renal crônico.

O corpo de “Zé do Rádio” vai ser velado apenas para os parentes durante toda a tarde e noite, desta quinta (21), no Hospital Português, no bairro do Paissandu. De acordo com familiares, o público vai poder se despedir de Zé do Rádio a partir das 8h no velório do Cemitério Parque das Flores, no bairro do Sancho. Ainda não há informações sobre o horário do enterro.

Mais Lidas