Olinda

Polícia começa a ouvir depoimentos para esclarecer morte de jovem em Peixinhos

Bruno Felipe Tito da Silva, de 21 anos, foi assassinado na noite da última segunda-feira (18) durante uma tentativa de assalto no bairro de Peixinhos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/05/2015 às 13:59
Leitura:
Foto: Divulgação/Polícia Civil


O trabalho de investigação da polícia para elucidar a morte de Bruno Felipe Tito da Silva, de 21 anos, começou a ouvir pessoas que possam ajudar a chegar no possível suspeito. No cemitério de Santo Amaro, área central do Recife, foi realizada uma diligência, na última quarta-feira (20), dia em que o rapaz foi enterrado, para dar continuidade ao caso.

O titular da nona Delegacia de Polícia de Homicídios de Olinda, o delegado Gilberto Loyo, está responsável por investigar a morte de Bruno e afirma que, sobre o caso, existe mais de uma linha de investigação.

Bruno foi assassinado na noite da última segunda-feira (18) durante uma tentativa de assalto no bairro de Peixinhos, em Olinda, no momento em que seguia para o trabalho. A polícia também busca descobrir em quais circunstâncias o rapaz foi assassinado e qual teria sido a real motivação.

O delegado Gilberto Loyo comenta que os familiares da vítima ainda vão ser ouvidos e as investigações sobre a vida de Bruno vão permanecer.
Depois da tentativa de assalto, o suspeito atirou contra o jovem, fugiu em uma bicicleta e não levou nada do rapaz. Bruno Felipe era operador de telemarketing da empresa Contax.

Mais Lidas