EDUCAÇÃO

Professores da rede de escolas particulares de Pernambuco decretam estado de greve

Entre as solicitações está o reajuste de 15% nos salários, além de vale-alimentação e piso de R$ 15 hora-aula

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/05/2015 às 17:56
Leitura:

Professores das escolas particulares de Pernambuco decretaram estado de greve em assembleia realizada nesta sexta-feira (22), na sede do Sindicato da categoria, no Recife e na subsede em Caruaru, no Agreste. Os educadores rejeitaram a proposta do sindicato patronal e mantém a pauta de reivindicações.

Entre as solicitações está o reajuste de 15% nos salários, além de vale-alimentação e piso de R$ 15 hora-aula. Uma nova rodada de negociação vai acontecer na próxima terça-feira (26), às 18h, na sede do Sinepe, no bairro de Santo Amaro, no Recife.

A próxima assembleia para a decretação ou não de greve está marcada para a próxima sexta-feira (29), às 9h, na sede do Sindicato no Recife e na subsede de Caruaru.

Após a assembleia, os professores participam de um ato nacional de paralisação que acontece às 14h, na frente da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco.

Mais Lidas