CINEMA

Diretor pernambucano Leonardo Lacca lança primeiro longa-metragem, "Permanência"

Produção estreia nos cinemas na próxima quinta-feira (28)

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/05/2015 às 3:05
Leitura:
Leonardo Lacca apresentou "Permanência" em vários festivais, como a 38ª Mostra de São Paulo. Foto: Aline Arruda/Agência Foto

O filme "Permanência" chega aos cinemas do Brasil na próxima quinta-feira (28). A produção foi a grande vencedora do 19º Cine PE, em 2015, com cinco prêmios: melhor filme, atriz para Rita Carelli, direção de arte (Juliano Dornelles), ator coadjuvante (Genésio de Barros) e atriz coadjuvante (Laila Pas).

Na trama, um fotógrafo (Irandhir Santos) pernambucano viaja a São Paulo para sua primeira exposição individual. Na capital paulista, ele se hospeda na casa da ex-namorada (Rita) e, a partir disso, sentimentos ressurgem.

Nesta sexta-feira (22), no quadro "Sessão de Cinema" do programa Movimento, o âncora Marcelo Araújo e o jornalista Houldine Nascimento conversaram com o diretor de "Permanência", Leonardo Lacca. Este é o primeiro longa-metragem de ficção do realizador de Pernambuco. No bate-papo, o cineasta fala sobre diversos aspectos envolvendo o novo trabalho.

Ouça a entrevista completa:

Na conversa, Lacca também relembra sua trajetória em curtas-metragens como "Ventilador" (2004) e "Eisenstein" (2006), co-dirigido com Raul Luna e Tião. O cineasta fala ainda sobre novos projetos e a polêmica que surgiu essa semana no Festival de Cannes, quando mulheres foram proibidas de acessar o evento por não estarem de salto alto.

A coluna traz também uma declaração do ator Irandhir Santos detalhando sua participação no filme e como foi trabalhar novamente com Leonardo Lacca e Rita Carelli. Antes, o trio esteve junto no curta "Décimo Segundo", que funciona como ponto de partida para "Permanência". Irandhir ressalta a sintonia entre os três.

Ouça composição de Jon Wygens para a trilha de "Permanência":

Mais Lidas