DIA DE PARALISAÇÕES

Sem ônibus, moradores da Região Metropolitana sofrem para sair de casa nesta sexta-feira

O metrô promete funcionar normalmente em horário de pico e suspender a circulação durante o resto do dia

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/05/2015 às 7:15
Leitura:
Terminal de Setúbal vazio, TI Aeroporto fechado e TI Tancredo Neves sem ônibus nenhum. Foto: Lorena Barros/Rádio Jornal


Os rodoviários participam das atividades Do Dia Nacional De Mobilização e Protesto contra o projeto que regulamenta a terceirização irrestrita. Isso significa que os motoristas, cobradores e fiscais cruzam os braços agora pela manhã e os veículos ficam nas garagens.

De acordo com o Sindicato dos Rodoviários, a circulação dos ônibus só será normalizada a partir das 0h deste sábado. A categoria promete participar do ato na frente da federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE). O sindicato dos rodoviários estima que a adesão ao protesto deve ficar em torno dos 70% ou mais.

O Grande Recife Consórcio de Transporte montou em parceria com as empresas um esquema alternativo. Entretanto, a espera pelo ônibus nesta sexta-feira deve ser bem mais prolongada o que significa mais transtornos.

Os rodoviários também se mostram totalmente contrários a terceirização da mão de obra, sobretudo no serviço público. Genildo Pereira, representante do sindicato da categoria explica de forma bem resumida a estratégia:

Os ouvintes da Rádio Jornal, pelas redes sociais e pelo telefone, que não conseguiram pegar ônibus nas Avenida Mascrenahs de Morais, Caxangá, Conde da Boa Vista e Agamenon Magalhães. Nos bairros de Piedade e Jaboatão Velho, o cenário é desolador, assim como no Janga, Pau Amarelo e Costa Azul em Paulista; Rio Doce, Jardim Atlântico, Amparo e Peixinhos, em Olinda. No Recife, a falta de ônibus vai da Zona Norte, como Beberibe, Água Fria, Dois Unidos, até a Zona Sul, como Boa Viagem e Pina. Os teminais integrados Pelóídas Silveira, Xambá, Camaragibe e Barro, assim como Aeroporto e Tancredo Neves, também foram alvo de reclamações de ouvintes.

Os metroviários confirmaram na assembleia na noite dessa quinta-feira (28) a paralisação de hoje nas 29 estações. No entanto, o Metrorec informa que vai disponibilizar transporte para os chamados horários de pico: das 5h às 9h e das 16h às 20h, exceto os VLTs Cabo-Cajueiro e Cajueiro Seco-Curado. O presidente do Sindicato dos Metroviários, Diogo Moraes, afirma que os trabalhadores vão parar:

Por conta do dia de protestos, a Universidade Federal e Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFPE e UFRPE) cancelaram as aulas nos três turnos e a Universidade de Pernambuco suspendeu as aulas apenas pela manhã. Já a universidade católica de Pernambuco resolveu manter o calendário com expediente em horário normal.

Mais Lidas