STF

Eduardo Cunha ironiza deputados que são contra doações privadas para campanhas

Sessenta e um deputados recorreram à votação que ocorreu com temas semelhantes em dois dias seguidos, algo inconstitucional

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/06/2015 às 8:24
Leitura:

O Presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha, ironizou através de uma rede social os deputados que estavam recorrendo ao Superior Tribunal Federal pela votação das doações empresariais para campanhas políticas.

Segundo 61 deputados do PT, PPS, PCdoB, PSOL, PSB E PROS a câmara votou duas vezes o tema de doação aos partidos políticos, o que seria inconstitucional, já que Eduardo Cunha colocou em votação temas semelhantes de um dia para o outro.

Cunha falou que os mesmos partidos que fazem a reclamação seriam derrotados pelo supremo, já que já foram derrotados em outras citações. Ele afirmou, ainda, que o feriado de Corpus Christi que encurta a semana não irá atrapalhar a prioridade da comissão que analisa o projeto da redução da maioridade penal, e que o assunto deve ser levado ao plenário ainda no mês de junho.

Confira o comentário diário de Romoaldo de Souza, repórter da Rádio Jornal em Brasília, publicado no Redator de Plantão desta segunda-feira (1º). O programa é transmitido da segunda ao sábado, das 6h às 6h45:

Mais Lidas