EDUCAÇÃO

Na primeira segunda-feira de paralisação, professores estaduais aderem parcialmente à greve

Na última sexta-feira (29), professores decidiram por manter paralisação. Nova assembleia deve ser realizada nesta terça

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/06/2015 às 14:03
Leitura:
Foto: Reprodução / Sintepe


O Sindicato dos Profissionais em Educação de Pernambuco (Sintepe) visita, durante esta segunda-feira (1º), escolas de todo o Estado para fazer um levantamento sobre a adesão da categoria à paralisação iniciada na última sexta-feira (29).

A nova greve foi deflagrada depois do Governo Estadual oferecer reajuste de 7,01%, proposta rejeitada pelos docentes que reivindicam 13,01% de aumento para todos os cerca de 50 mil profissionais que compõem a classe. O presidente do Sintepe, Fernando Melo, afirma que o apoio ao movimento é parcial:

Na Escola de Referência Sizenando Silveira, em Santo Amaro, na área central do Recife, parte dos 600 alunos que estudam no local estão sem aulas.

Já na Escola São Judas Tadeu, na Campina do Barreto, na Zona Norte da capital, as aulas estão sendo ministradas normalmente para as turmas dos ensinos Médio e Fundamental Dois. A assembleia dos professores desta terça-feira (1º) vai ser realizada às 14h no Clube Internacional do Recife, no bairro da Madalena.

Mais Lidas