REDES SOCIAIS

Após brincadeiras polêmicas na internet, alunos da UFPE fazem ato em defesa de Vaniela Oliveira

Delegada Gleide Ângelo, responsável pelo caso, afirmou que quem ferir a honra da jovem poderá ser punido

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/06/2015 às 6:29
Leitura:
Delegada Gleide Ângelo postou foto após reencontro com a universitária. Foto: Reprodução/Facebook


Estudantes da Faculdade de Direito do Recife da Universidade Federal de Pernambuco (FDR-UFPE) realizaram um ato no início da noite dessa quarta-feira (3) em apoio a Vaniela Oliveira. O grupo criticava a atitude das pessoas que comentaram o desaparecimento da estudante na internet. Saiba mais na reportagem de Karoline Albuqueque:

Vaniela passou quatro dias desaparecida, da quarta-feira ao sábado da última semana. Ela foi até o estado da Paraíba, onde se hospedou em Tambaú, utilizando um documento falso.

O integrante do diretório acadêmico da Faculdade de Direito, Pedro Didier, informou que a colega de turma solicitou a conclusão do período em regime especial. Ele também disse que o ato dessa quarta visa conscientizar as pessoas sobre os crimes cometidos na internet. “Vaniela cometeu um crime, mas crime cibernético também é crime”, disse.

De acordo com a delegada Gleide Ângelo, responsável pelo caso da estudante, as pessoas podem responder criminalmente por calúnia, se comentarem que a universitária infringiu a lei de algum modo que ela não fez. Também podem responder por crime de difamação se o que disserem ferir a honra da jovem.

Mais Lidas