CHUVAS

Defesa Civil de Olinda faz cadastramento de famílias após deslizamento de barreira

As 16 pessoas que estavam nos imóveis no momento da queda não ficaram feridas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/06/2015 às 15:43
Leitura:
Foto: Lélia Perlim / Rádio Jornal


A equipe social da Defesa Civil de Olinda está fazendo o cadastramento das famílias que viviam nas três casas interditadas após deslizamento de terra no Córrego do Abacaxi, em Caixa d’Água. Os dados vão ser enviados para a prefeitura do município que decidirá se eles serão encaminhados para um abrigo ou receberão auxílio- moradia.

O desmoronamento da barreira aconteceu em uma área de morro localizada na Rua General Sampaio, na noite dessa quarta-feira (3), depois de fortes chuvas na Região Metropolitana. As 16 pessoas que estavam nos imóveis no momento da queda não ficaram feridas.

Entre os sete moradores, da casa de número 128-B, a mais atingida pelo barro, estavam uma mulher grávida e duas crianças. O morador Evandro Avelino detalha como tudo aconteceu:

Uma equipe do Corpo de Bombeiros avaliou o local na manhã desta quinta (4) e afastou o risco de explosão na casa. O telefone da Defesa Civil de Olinda é o 0800 281 2112. A ligação é gratuita.

LEIA MAIS
Deslizamento de barreira deixa pelo menos 16 pessoas desabrigadas no Córrego do Abacaxi

Mais Lidas