DIVERSIDADE

Política Estadual de Saúde LGBT é lançada e busca promover inclusão e combater preconceito

O objetivo da ação é garantir o atendimento integral nos serviços, promovendo inclusão e pleno exercício da cidadania, além de combater o preconceito

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/06/2015 às 14:28
Leitura:
Foto: Reprodução / Internet


A Política Estadual de Saúde Integral de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais foi lançada, nesta quinta-feira (4), na sede da Secretaria Estadual de Saúde. O objetivo da ação é garantir o atendimento integral nos serviços, promovendo inclusão e pleno exercício da cidadania, além de combater o preconceito.

A política também vai incentivar a capacitação dos níveis de atenção e produção de conhecimentos com foco nesse público. A ação vai começar a ser implantada a partir da próxima semana.

O trabalho vai incluir a temática LGBT dentro dos processos de educação permanente e desenvolver ações que contemplem as especificidades de atendimento. Entre as ações da política está o trabalho para aliviar o sofrimento e aborrecimento relacionados aos aspectos de inadequação de identidade.

De acordo com o secretário de Saúde, Iran Costa, a questão da humanização também é outro ponto forte da política:

O processo de readequação sexual também vai ser trabalhado nas travestis e transexuais, além de garantir a atenção necessária que eles precisem.

Mais Lidas