POLÍTICA

Senado recua da proposta de sabatina de diretores de empresas estatais

Ele afirmou que não vai fazer da sabatina um "cavalo de batalha"

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/06/2015 às 8:17
Leitura:

O Presidente do Senado, Renan Calheiros, recuou do projeto que determinava a sabatina de diretores de empresas estatais e bancos públicos. O Senador Aécio Neves, por sua vez, desenterrou uma proposta da campanha eleitoral de 2014, que perdeu para a presidente Dilma Rousseff.

A proposta reativada por Aécio defende que dirigentes de empresas públicas sejam contratados com base na experiência da área na qual vão comandar, evitando assim indicações políticas: "o que nós queremos é a profissionalização da gestão das empresas estatais", disse.

Renan Calheiros anunciou a criação de um grupo que vai detalhar a proposta da Lei de Responsabilidade Administrativa das empresas públicas. Ele afirmou, porém, que não vai fazer da sabatina um "cavalo de batalha", e que ela podia ser ignorada.

A presidente Dilma Rousseff disse, na última terça, que o Congresso Nacional não pode passar por cima de uma função que é própria do executivo, como nomear diretores de empresas estatais e dirigentes de órgãos e bancos públicos.

Confira o comentário diário de Romoaldo de Souza, repórter da Rádio Jornal em Brasília, publicado no Redator de Plantão desta quinta-feira (4). O programa é transmitido da segunda ao sábado, das 6h às 6h45:

Mais Lidas