EDUCAÇÃO

Atenção, feras! Inscrições para o ENEM 2015 terminam nesta sexta

Este ano, os cartões de inscrição serão emitidos apenas pela internet. Valor da taxa pode ser pago até 10 de junho

Com informações da Agência Brasil
Com informações da Agência Brasil
Publicado em 05/06/2015 às 7:33
Leitura:

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terminam às 23h59 desta sexta-feira (5). As inscrições para o Enem serão exclusivamente pela internet, no site do exame. Os interessados podem se inscrever a partir das 10h, no horário de Brasília. Após fazer a inscrição, participantes transexuais e travestis podem pedir o uso do nome social, também pela internet, entre os dias 15 e 26 de junho.

As provas serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro em mais de 1,7 mil municípios. O MEC espera que mais de 9 milhões de pessoas façam a inscrição.

O exame custa R$ 63, que deverão ser pagos até o dia 10 de junho. Estudantes que vão concluir o ensino médio este ano em escolas públicas e participantes que declararem carência são isentos da taxa. Também podem solicitar a isenção por carência aqueles que têm uma renda familiar por pessoa igual ou inferior a um salário mínimo e meio e que cursaram o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada.

É também na inscrição que os participantes podem pedir atendimento especializado ou específico. O atendimento especializado é oferecido a pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual, surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia (alteração neurológica que dificulta a aprendizagem de números) ou com outra condição especial. Já o atendimento específico é oferecido a gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e sabatistas – pessoas que, por convicção religiosa, guardam o sábado.

Na inscrição, o candidato informa qual tipo de prova de língua estrangeira vai responder: inglês ou espanhol. O candidato também poderá indicar a cidade onde fará os testes. Em Pernambuco, estão habilitadas 76 cidades e o arquipélago de Fernando de Noronha.

A nota do Enem é utilizada no sistema de seleção unificada (SISU) em 128 instituições de ensino superior. Entre as quais, a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a Universidade Federal Rural de Pernambuco(UFRPE), a Universidade do Vale do São Francisco (Univasf) e Universidade de Pernambuco (UPE).

Este ano, o Ministério da Educação (MEC) exige que cada participante tenha um endereço eletrônico. Aqueles que estão interessados em participar da prova e não têm um endereço de e-mail devem providenciá-lo para fazer a inscrição. Até o ano passado, um mesmo endereço podia ser usado por vários estudantes. Após fazer a inscrição, os candidatos devem ficar atentos ao e-mail, que será usado para a comunicação direta com cada um dos inscritos.
No dia do exame, os candidatos devem estar atentos aos horários. Os portões abrem às 12h e fecham às 13h. A prova começa às 13h30, no horário de Brasília.

Os candidatos sabatistas, que, por motivos religiosos, não podem ter atividades aos sábados, no período diurno, farão a prova do dia 24 às 19h, também no horário de Brasília. Para os sabatistas do Acre, Amazonas, Mato Grosso do Sul, de Mato Grosso, Rondônia e Roraima, o início será às 19h, no horário local. Todos os sabatistas têm de chegar nos locais de prova entre 12h e 13h, no horário de Brasília.

No primeiro dia de prova, serão avaliados os conhecimentos em ciências humanas e ciências da natureza. No segundo, os candidatos responderão a questões sobre linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática.

A partir deste ano, o cartão de confirmação de inscrição não será enviado pelos Correios, ficará disponível na página do Enem na internet. Os locais de prova serão informados no cartão de confirmação da inscrição e será responsabilidade do estudante fazer a verificação.

O Enem foi criado para avaliar os alunos que estão encerrando o ensino médio ou que já o concluíram em anos anteriores. Estudantes que não terminaram o ensino médio este ano podem participar como treineiros, ou seja, o resultado não poderá ser usado para participar de programas deacesso ao ensino superior.

Mais Lidas