TURISMO E LAZER

Ligação entre Recife-Cabo Verde pode modificar rotas turísticas e ampliar destinos internacionais

Voos semanais começam a operar nesta sexta-feira (5), ligando a Capital Pernambucana à Cidade da Praia

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/06/2015 às 11:59
Leitura:
Foto: Reprodução / Internet


A partir desta sexta-feira (5), quem quiser sair de Recife em direção a Cabo Verde terá à sua disposição voos diretos saindo do Aeroporto Internacional dos Guararapes com destino à Cidade de Praia, capital cabo-verdiana. As rotas são operadas pela empresa Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) - Cabo Verde Airlines, com saídas semanais.

Com passagens de ida e volta custando em média US$ 300 ventidas pelo site da TACV, o destino pode servir para de fazer a ligação semanal com o continente africano, a novidade permitirá conexão imediata com a Europa, por Portugal, França e Holanda. Sobre o assunto, o comunicador Geraldo Freire conversou com a conselheira da Associação Brasileira de Agentes de Viagens (ABAV), Fátima Bezerra, que está com expectativa positiva, mas que é necessário que os governos de Pernambuco e do Arquipélago de Cabo Verde invistam em decoração.

Apenas no Nordeste, a empresa opera voos que saem de Praia com destino a João Pessoa (PB), Fortaleza (CE) e Natal (RN), o que fazia Recife perder potenciais turistas. A ideia dos voos diretos para Cabo Verde é atrair mais europeus nas operações de retorno, a lazer e a negócios, além da possibilidade de transporte de cargas.

O professor de Jornalismo que morou em Cabo Verde, Fernando Veloso, também conversou com Geraldo Freire. Fernando lembrou que o país tem uma infraestrutura pequena, mas que se comporta como uma troca de destinos. Quando ele morou lá, a única forma de chegar lá era saindo do Recife e indo para Fortaleza.

A TACV está no mercado há 50 anos. Opera voos regulares para Europa, América e África, além de voos domésticos ligando as diferentes localidades de Cabo Verde, arquipélago formado por dez ilhas, sendo nove habitadas. No local, fala-se português e dá para usufruir do sol o ano inteiro, com belas praias.

Mais Lidas