COMPORTAMENTO

Em tempos de corte de gastos, Dia dos Namorados agita mercado de motéis, restaurantes e sex shops

A data é tida como a mais importante do ano para o mercado erótico. Os restaurantes e bares também saem ganhando com a comemoração

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/06/2015 às 11:12
Leitura:
Foto: Luiza Falcão/Rádio Jornal


O clima é de romantismo e de declarações de amor eterno. Porém, quem faz a festa mesmo no Dia dos Namorados é a indústria de produtos eróticos. Durante o período que antecede a data, as vendas crescem em até 100%. Nos motéis e restaurantes, é comum a disponibilização de pacotes especiais e a formação de filas de espera.

Para discutir o assunto, a apresentadora Clarissa Siqueira conversou com o gerente do Eros Hotel, Alexabdre Borba, com a dona do sex shop Secretíssima, Daniela Coelho, e a chef do restaurante Arrecifes, Shirley Buonafina.

Na coluna "Meus amores da televisão", o jornalista Rafael Souza e a apresentadora Clarissa Siqueira lembraram os casais de namorados mais famosos da televisão. Além disso, a dupla lembra dos atores que já fizeram par romântico na novela enquanto o faziam na vida real.

A sexóloga Silvana Melo é quem conta a história do surgimento da data, que remonta à Roma Antiga, quando soldados foram proibidos de se casar, e tem a ver com um Bispo da Igreja Católica, Valentin, que os casava secretamente. Ouça o programa completo no áudio abaixo:

Mais Lidas