HOMOFOBIA

Acusados de assassinar produtor cultural em 2010 são condenados a 18 anos de prisão

Augusto César Rodrigues e Windson Flávio de Melo foram considerados culpados por homicídio triplamente qualificado

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/06/2015 às 9:24
Leitura:

Os acusados de assassinar o produtor cultural José Ricardo Pereira da Silva foram condenados pela justiça nessa quarta-feira durante julgamento no Fórum Thomaz de Aquino. A pena aplicada a Augusto César Rodrigues e Windson Flávio de Melo é de 18 anos por homicídio triplamente qualificado.

Para a Polícia, o assassinato no Bairro de Jardim São Paulo em 2010 teve motivação homofóbica. A defesa dos condenados vai recorrer da decisão. Por enquanto, eles permanecem no Complexo Prisional do Curado.

Mais Lidas