INVESTIGAÇÕES

Perícia confirma que carro encontrado em canavial era de mulheres sequestradas na Paraíba

A polícia avança nas investigações com o caso das duas mulheres que foram sequestradas em João Pessoa e estupradas em Pernambuco no último sábado (20)

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/06/2015 às 14:20
Leitura:
Foto: Divulgação / Polícia Militar


A polícia avança nas investigações com o caso das duas mulheres que foram sequestradas em João Pessoa e estupradas em Pernambuco no último sábado (20). Depois de perícia do Instituto de Criminalística (IC), foi confirmado que o veículo encontrado carbonizado em um canavial na zona rural do município de Pedras de Fogo, no litoral Sul da Paraíba, pertencia a uma delas.

Glória da Silva, de 42 anos, morreu depois da investida e Carolina Teles Figueiredo, de 31, ficou ferida e está hospitalizada. Uma criança de 9 meses, filha de Carolina, também estava no momento do sequestro, foi encontrada com vida, socorrida para um hospital de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, e já recebeu alta.

O veículo foi encontrado depois de a polícia receber uma denúncia de um carro queimado no meio de um matagal. Além do automóvel, nenhum outro objeto que pudesse ajudar nas investigações foi encontrado. Os maridos das duas vítimas foram ouvidos pela investigação. Eles afirmaram que a convivência nas duas famílias era tranquila e que nenhuma tinha problemas profissionais, o que deixaria com probabilidade mínima a hipótese de crime por vingança. O caso está sendo investigado como latrocínio, que é roubo seguido de morte.

Os suspeitos de cometer o crime aparecem de acordo com as diferentes linhas de investigação levantadas, como explica o delegado Herbert William:

O corpo de Glória da Silva seguiu para a Bahia para ser enterrado. Carolina Teles está no hospital Memorial São José, no Recife, e o estado de saúde dela está sendo divulgado apenas para familiares.

Mais Lidas