SÃO JOÃO

Ainda sem número oficial de queimados, Hospital da Restauração registra entrada de pacientes gravemente feridos

Apesar de ainda não ter um balanço oficial fechado, a unidade de saúde já anotou 17 casos desde essa terça-feira (23)

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 24/06/2015 às 14:03
Leitura:
Foto: Edmar Melo / JC Imagem


O Hospital da Restauração, na área central do Recife, segue recebendo pacientes queimados devido às festividades juninas. Apesar de ainda não ter um balanço oficial fechado, a unidade de saúde já anotou 17 casos desde essa terça-feira (23), sendo nove adultos e oito crianças. Entre os casos, está a entrada do adolescente Whenderson José do Nascimento, de 17 anos. Ele foi acender uma fogueira com álcool, no bairro Capibaribe, em São Lourenço da Mata, quando as chamas o atingiram. O caso dele não é considerado grave.

A outra entrada no HR foi de Diego, de 9 anos, que foi soltar uma bomba e o artefato explodiu na mão direita dele. O caso do paciente é grave, como explica o chefe do setor de queimados do Hospital da Restauração, Marcos Barreto:

Os dois pacientes estão na unidade de terapia dos queimados da Restauração. As fortes chuvas registradas na noite dessa véspera de São João não diminuíram o número de queimados. Várias pessoas se acidentaram ao jogar mais álcool nas madeiras molhadas para fazer com que as fogueiras acendessem rapidamente.

No período junino de 2014, o Hospital da Restauração atendeu 25 pacientes queimados com fogos de artifício e fogueiras, entre eles 14 crianças. Em caso de queimadura, as vítimas não devem passar pomada, manteiga nem pasta de dente. Os primeiros socorros devem ser feitos apenas com água corrente.

Mais Lidas