ECONOMIA

Após denúncia de dólares falsos, Banco do Brasil deve ficar 30 dias sem realizar câmbio

Na segunda (29), a instituição financeira informou que pelo menos seis clientes já foram identificados com a moeda norte-americana falsa

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/06/2015 às 18:30
Leitura:
Foto: Karoline Albuquerque / Rádio Jornal


Após notificação do Procon Pernambuco, o Banco do Brasil vai ficar 30 dias sem realizar operações de câmbio. A determinação foi entregue ao banco nesta terça-feira (30).

O Governo do Estado solicitou que a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos entrasse no caso depois que a estudante Amanda Parris foi identificada portando os dólares falsos, após comprar a moeda no Banco do Brasil da Avenida Rio Branco, no Bairro de Recife, na área central da cidade.

A sanção ao banco está prevista no artigo 56 do Código de Defesa do Consumidor. O secretário-executivo de Justiça e Direitos do Consumidor, Eduardo Figueiredo, indica o que os clientes que realizaram compras de dólares no Banco do Brasil devem fazer.

No dia 14 de julho, uma conciliação está marcada para que o Banco do Brasil preste esclarecimentos ao Procon Pernambuco.

Na segunda-feira (29), a instituição financeira informou que pelo menos seis clientes já foram identificados com a moeda norte-americana falsa e outras treze operações são investigadas. O Banco do Brasil também disse que realiza a análise jurídica da notificação entregue pelo Procon.

Mais Lidas