DEBATE

Crimes e fraudes foram os temas do debate desta segunda

Convidados da Super Manhã na Rádio Jornal falaram sobre o caso recente ocorrido com dólares falsos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/07/2015 às 15:08
Leitura:
Foto: Rádio Jornal


No debate da Super Manhã desta segunda-feira (6), o comunicador Geraldo Freire conversou com a perita criminal Vanja Coelho, que falou sobre as fraudes em locais de crimes. Ela mencionou que o “corpo [cadáver] fala”, e que as evidências são difíceis de esconder, citando como exemplo as manchas de sangue. Além da perita, participaram também o delegado de Defesa do Consumidor, Roberto Wanderley e chefe da Comunicação da Polícia Federal, Giovanni Santoro.

Giovani Santoro mencionou algumas das características para detectar a falsificação de moedas. Ele falou ainda que, geralmente, as notas falsas não são produzidas no Estado. De acordo com o chefe de Comunicação da PF, algumas falsificações são grosseiras e qualquer pessoa pode perceber. “A pessoa pegando [na nota], não tem como se enganar”, alertou.

Confira o debate na íntegra:

Mais Lidas