DEBATE

"Águas e clima" foi o tema do debate desta terça

Especialistas debatem sobre o clima e situação das barragens de Pernambuco

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/07/2015 às 15:22
Leitura:
Barragem de Botafogo
Foto: Reprodução (arquivo)


No debate da Super Manhã na Rádio Jornal desta terça-feira (7), os convidados de Geraldo Freire falaram sobre o tema “Águas e clima” e sobre as chuvas em Pernambuco. Participaram do programa o ex-presidente da Compesa e da Celpe, João Bosco de Almeida, o diretor presidente da Agência de Águas e Clima (APAC), Marcelo Asfora e o agrônomo e presidente do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP), Geraldo Eugênio.

O diretor presidente da APAC, Marcelo Asfora, falou sobre os níveis das barragens do estado. Asfora mencionou que a situação no Sertão, há cinco anos em seca, ainda é crítica. “O acumulado dos reservatórios naquela região está na ordem de 4%”. No Agreste, segundo Asfora, embora o período de chuva seja o mesmo da região da Zona da Mata, não há condições para chegada até o Agreste. “A barragem de Jucazinho, mesmo com essas chuvas, ela não sofreu nenhum aporte de água”. Já a barragem de Botafogo, em Igarassu, que estava numa situação preocupante, está com 30% da capacidade. "Tapacurá ganhou 20 milhões de metros cúbicos, Pirapama e Duas Unas e Várzea do Una, estão com capacidade total.”, completou.

Ouça o debate na íntegra:

Mais Lidas