TRANSTORNO

Mesmo com vonta de energia no IML, parentes reclamam da demora na liberação de corpos

Energia faltou no domingo e só foi restabelecida nessa segunda. Efeito era sentido ainda nesta terça

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/07/2015 às 14:20
Leitura:
Foto: acervo JC Imagem


As pessoas que não conseguiram a liberação dos corpos de parentes no Instituto de Medicina Legal, em Santo Amaro, na área central do Recife, nessa segunda-feira (6) voltaram ao IML nesta terça.

Os serviços de liberação e reconhecimento de corpos ficaram comprometidos por causa de uma queda de energia elétrica no domingo. O problema só foi resolvido no fim da manhã da segunda. Com isso, corpos se acumularam. O atraso acabou gerando filas em frente ao IML aumentando ainda mais o sofrimento dos familiares.

Dona Lenira dos Santos tenta fazer reconhecimento do filho há 20 dias
Foto: Juliana Oliveira / Rádio Jornal


Roberto Torres de Farias estava no instituto na segunda. Ele chegou no inicio da manhã em busca do corpo do cunhado que morreu em um acidente de moto no domingo. Ele conta que a família está inconformada com a demora:

Por meio de nota, a gerência-geral de Polícia Científica informou que todos os serviços já foram regularizados e a previsão é liberar todos os corpos.

Mais Lidas