RECIFE

Mesmo sem greve iniciada, servidores federais de saúde e previdência social começam a restringir atendimentos

Apenas os atendimentos marcados com antecedência e situações de emergências devem ser atendidos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/07/2015 às 11:08
Leitura:

Mesmo com o início da greve por tempo indeterminado dos sevidores públicos federais em saúde e previdência social de Pernambuco marcada apenas para a sexta-feira (10), os servidores já começaram a restringir atendimentos em postos de benefícios a partir desta terça (8). Com essa medida, as atividades de todas as agências do INSS do Estado, serviços de saúde de hospitais e de policlínicas são afetados.

A promessa é de que só atendimentos de emergência (para saúde) e atendimentos agendados previamente (para benefício social) serão realizados. No INSS da Avenida Mário Melo, no bairro de Santo Amaro, porém, o atendimento funcionava normalmente nesta terça. De acordo com o sindicato da categoria, os servidores reinvidicam 27,3% de reajuste salarial, mas o Ministério do Planejamento propôs 21,3% escalonado em quatro anos. Eles exigem, ainda, a criação de um plano de cargos e carreira, realização de concursos públicos e melhoria de cargos e trabalho.

Confira matéria completa na voz de Lélia Perlim, para a Rádio Jornal:

Mais Lidas