DIRETO DE BRASÍLIA

Oposição é acusada de "golpista" por líder do PT e se defende no Senado

Aécio Neves informou que o PSDB apenas quer cumprir a constituição

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/07/2015 às 8:26
Leitura:

A entrevista que Dilma Rousseff deu afirmando fatos de que não há base para a saída dela do Palácio do Planalto mexeu com a base aliada, que soltou notas de apoio ao governo e acusou a oposição de golpista. O presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, se sentiu ofendido com as declarações de Humberto Costa, que acusou o PSDB de golpista e dizendo que os tucanos praticam moral de ocasião, já que o partido também recebeu dinheiro das empreiteras investigadas na Operação Lava Jato.

Aécio rebateu o líder do PT negando que o partido tenha a política de dois pesos e duas medidas e falando que não tem vocação para golpe: "Acusar a oposição de golpista? O que estamos fazendo é defender as instituições; quando dizemos que é importante que o Superior Tribunal Federal investigue se houve dinheiro de propina na campanha da presidente da república, estamos fazendo cumprir a constituição", disse.

Em Brasília, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, afirmou que o momento é de tranquilidade, que as instituições devem ser respeitadas mas que no momento não há base política ou jurídica para o impeachmant. Confira o comentário diário de Romoaldo de Souza, repórter da Rádio Jornal em Brasília, publicado no Redator de Plantão desta sexta-feira (3). O programa é transmitido da segunda ao sábado, das 6h às 6h45:

Mais Lidas