CRIME

Homem que esfaqueou a própria filha é encontrado morto dentro de presídio em Vitória de Santo Antão

A criança está no Hospital da Restauração se recuperando dos ferimentos. A mãe da menina de 1 ano e 3 meses não sabia que o marido já havia sido preso pela morte de um filho.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 13/07/2015 às 7:48
Leitura:
O suspeito estava em uma cela isolada quando foi encontrado morto. Foto: reprodução/site A Voz de Vitória

Marcelo Pereira da Silva foi preso em flagrante, ele foi encaminhado ao presídio de Vitória de Santo Antão numa cela isolada. De acordo com a Secretaria de Ressocialização, ele foi encontrado morto na manhã deste domingo (12), sinais de enforcamento.

Equipes do Instituto de Medicina Legal e do Instituto de Criminalística estiveram no local para perícia. Além do inquérito policial, uma sindicância interna foi instaurada para apurar as responsabilidades pela morte. Saiba mais na reportagem de Ísis Lima:

A menina de 1 e ano e três meses esfaqueada pelo próprio pai ainda não tem previsão de alta do Hospital da Restauração, na área central do Recife. Segundo a mãe da criança, Tatiane Maria da Silva, de 23 anos, a filha está se alimentando através de sonda devido à perfuração no intestino que sofreu.

O crime aconteceu na manhã do último sábado (11) e teria relação com uma briga que Tatiane e o marido tiveram na sexta-feira (10). Segundo a mulher, Marcelo Pereira da Silva, de 51 anos, ficou com ciúmes dela e descontou a raiva na criança. Tatiane relata que o marido mudou muito.

Tatiane estava com Marcelo há três anos. De acordo com ela, o marido já foi internado com suspeita de esquizofrenia, mas os médicos descartaram o diagnóstico. Ela disse que em outra ocasião, durante uma discussão do casal, Marcelo pegou uma faca para atacar a filha, mas Tatiane conseguiu evitar o pior. Foi quando ela desconfiou do Marido e, conversando com a família dele, descobriu um histórico criminoso do companheiro.

Marcelo Pereira da Silva havia sido condenado a 15 anos de prisão pela morte do filho, José Airton Simões Pereira, que aconteceu em 2000. Após cumprir parte da sentença na penitenciária Barreto Campelo em Itamaracá, ele ganhou liberdade provisória.

Mais Lidas