GREVE DE ÔNIBUS

Urbana solicita que 70% dos ônibus circulem durante greve dos rodoviários a partir desta terça

Sindicato dos rodoviários afirmou que 30% dos coletivos estarão na rua. TRT vai decidir impasse

Da Rádio Jornal; atualizada às 17h30
Da Rádio Jornal; atualizada às 17h30
Publicado em 13/07/2015 às 16:00
Leitura:
Foto: Guga Matos / JC Imagem


O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros em Pernambuco (Urbana-PE) deu entrada, nesta segunda-feira (13), no Tribunal Regional do Trabalho - TRT-PE, em medida cautelar com força de liminar solicitando que 70% dos ônibus circulem, nesta terça-feira (14), quando os rodoviários vão entrar em greve. O Tribunal Regional do Trabalho acatou o pedido e definiu 70% de frota mínima no horário de pico, das 6h às 9h e das 16h às 20h, e 50% nos outros horários. O descumprimento do percentual pode acarretar em multa de R$ 50 mil por dia para o Sindicato dos Rodoviários.

A Urbana também solicitou à Secretaria das Cidades reforço na segurança nos locais onde acontecem atos da categoria em tempos de greve, como nos terminais integrados de passageiros.

De acordo com Fernando Bandeira, presidente do sindicato, desde que a categoria decretou a greve, a Urbana suspendeu a proposta de reajuste de 9,5% nos salários e 27% no vale-alimentação. A decisão do aumento também vai ser decidida judicialmente.


Foto: Ísis Lima / Rádio Jornal


As informações iniciais repassadas pelo Sindicato dos Rodoviários, pelo menos 30% da frota de ônibus vão estar circulando na Região Metropolitana do Recife. A decisão de greve por tempo indeterminado foi tomada durante assembleia promovida na sede do sindicato, no bairro de Santo Amaro, na última sexta (10). Motoristas, cobradores e fiscais reivindicam 12% de aumento salarial e 68% de reajuste no tícket-alimentação, mas as empresas ofereceram 9,5% na remuneração e 27,6% no benefício. A paralisação da categoria deve alterar a rotina de mais de 1 milhão de passageiros. O advogado dos trabalhadores, Ricardo Estevão, afirma que o percentual de coletivos nas ruas está de acordo com a lei:

Ainda de acordo com o sindicato, estão previstas visitas dos sindicalistas às garagens de ônibus e a entrega de uma carta aberta à população detalhando as reivindicações. O presidente da entidade que representa a classe, Benilson Custódio, afirma que eles estão abertos a novas negociações com os donos de empresas.

Fiscais do Grande Recife Consórcio vão atuar nas garagens das empresas de ônibus nesta terça-feira (14), para acompanhar a quantidade de veículos que vão operar durante a paralisação dos rodoviários.

O consórcio, em conjunto com as empresas operadoras, deve priorizar o atendimento dos principais corredores da Região Metropolitana do Recife, entre eles: Avenida Norte, Rodovia PE-15, BR 101 – Norte, Abdias de Carvalho, Avenida Caxangá e Presidente Kennedy.

LEIA MAIS
Por causa da greve dos rodoviários, UFPE e UFRPE cancelam aulas desta terça-feira
Rodoviários devem manter pelo menos 30% da frota nas ruas durante paralisação no Grande Recife

Mais Lidas