OPERAÇÃO LAVA JATO

Em entrevista à Rádio Jornal, FBC diz que se sente constrangido e que é o principal interessado no esclarecimento dos fatos

A Polícia Federal cumpre 53 mandados em todo o País, sendo oito em Pernambuco. Os pernambucanos investigados são o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) e o deputado Federal Eduardo da Fonte (PP)

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/07/2015 às 16:18
Leitura:
Foto: Sérgio Bernardo / JC Imagem


A Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão dentro da Operação Lava Jato no Recife nesta terça-feira (14). São 53 mandados em todo o país, sendo oito em Pernambuco. Os mandados são referentes a seis processos instaurados no Supremo Tribunal Federal (STF) a partir de provas obtidas na Operação Lava Jato e estão sendo cumpridos em seis unidades da Federação: Bahia, Pernambuco, Alagoas, Santa Catarina, Rio de Janeiro, São Paulo e no Distrito Federal. Os pernambucanos investigados são o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) e o deputado Federal Eduardo da Fonte (PP).

Foto: Michele Souza / acervo JC Imagem


Em entrevista exclusiva ao repórter Romoaldo de Souza, da Rádio Jornal em Brasília, o senador Fernando Bezerra Coelho se disse constrangido com a iniciativa das autoridades responsáveis pela investigação. O político afirmou que sempre se colocou à disposição das autoridades e que os dados poderiam ter sido solicitados a ele, ao invés de recolhidos através de mandados. "Nos colocamos à disposição porque nós somos o principal interessado no esclarecimento dos fatos", afirmou. Ouça entrevista na íntegra:

DENÚNCIA - Em acordo de delação premiada, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou que FBC, na época secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, solicitou R$ 20 milhões em propina para repassar para a campanha de Eduardo Campos ao governo de Pernambuco, em 2010. Fernando Bezerra Coelho nega as acusações.

LEIA MAIS
Eduardo da Fonte e Fernando Bezerra são investigados em nova fase da Operação Lava Jato

Mais Lidas