GREVE DE ÔNIBUS

Tribunal Regional do Trabalho diz que 70% dos ônibus precisam estar nas ruas durante paralisação

A decisão liminar foi solicitada pela Urbana-PE, sindicato que representa os donos de empresas de ônibus. Rodoviários afirmam que vão manter 30% dos coletivos nas ruas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/07/2015 às 6:27
Leitura:
Foto: Guga Matos / JC Imagem


Atendendo a uma solictação do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros em Pernambuco (Urbana-PE), o Tribunal Regional do Trabalho (TRT-PE) emitiu medida cautelar com força de liminar solicitando que 70% dos ônibus circulem, nesta terça-feira (14), quando os rodoviários entraram em greve. De acordo com o TRT-PE, pelo menos 70% da frota precisam estar nas ruas nos horários de pico, ou seja, das 6h às 9h e das 16h às 20h, e 50% nos outros horários. O descumprimento do percentual pode acarretar em multa de R$ 50 mil por dia para o Sindicato dos Rodoviários.

A Urbana também solicitou à Secretaria das Cidades reforço na segurança nos locais onde acontecem atos da categoria em tempos de greve, como nos terminais integrados de passageiros. A paralisação da categoria deve alterar a rotina de mais de 1 milhão de passageiros. Saiba mais na reportagem de Ísis Lima:

As informações iniciais repassadas pelo Sindicato dos Rodoviários, pelo menos 30% da frota de ônibus vão estar circulando na Região Metropolitana do Recife. A decisão de greve por tempo indeterminado foi tomada durante assembleia promovida na sede do sindicato, no bairro de Santo Amaro, na última sexta (10). Motoristas, cobradores e fiscais reivindicam 12% de aumento salarial e 68% de reajuste no tícket-alimentação, mas as empresas ofereceram 9,5% na remuneração e 27,6% no benefício.

Ainda de acordo com o sindicato, estão previstas visitas dos sindicalistas às garagens de ônibus e a entrega de uma carta aberta à população detalhando as reivindicações. O presidente da entidade que representa a classe, Benilson Custódio, afirma que eles estão abertos a novas negociações com os donos de empresas.

De acordo com Fernando Bandeira, presidente da Urbana-PE, desde que a categoria decretou a greve, a Urbana suspendeu a proposta de reajuste de 9,5% nos salários e 27% no vale-alimentação. A decisão do aumento também vai ser decidida judicialmente.

Fiscais do Grande Recife Consórcio vão atuar nas garagens das empresas de ônibus nesta terça-feira (14), para acompanhar a quantidade de veículos que vão operar durante a paralisação dos rodoviários. O consórcio, em conjunto com as empresas operadoras, deve priorizar o atendimento dos principais corredores da Região Metropolitana do Recife, entre eles: Avenida Norte, Rodovia PE-15, BR 101 – Norte, Abdias de Carvalho, Avenida Caxangá e Presidente Kennedy.

LEIA MAIS
Por causa da greve dos rodoviários, UFPE e UFRPE cancelam aulas desta terça-feira
Rodoviários devem manter pelo menos 30% da frota nas ruas durante paralisação no Grande Recife
Urbana solicita que 70% dos ônibus circulem durante greve dos rodoviários a partir desta terça

Mais Lidas