CÂNCER

Audiência no MPPE discute situação crítica do Hospital Oswaldo Cruz

O hospital referência em câncer suspendeu por uma semana os serviços de ambulatório de oncologia por falta de medicamentos e orçamento

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 15/07/2015 às 17:23
Leitura:
Foto: acervo JC Imagem


Audiência no Ministério Público de Pernambuco, nesta quarta-feira (15), discute a situação do Hospital Oswaldo Cruz, no bairro de Santo Amaro, na área central do Recife. Estão reunidos representantes da direção do hospital, além do secretário de Saúde de Pernambuco, e do de Ciência e Tecnologia do Estado. As investigações sobre a situação da unidade estão sendo conduzidas pelas promotoras Ivana Botelho e Helena Capela.

O hospital referência em câncer suspendeu por uma semana os serviços de ambulatório de oncologia. Além disso, a unidade também reduziu o número de cirurgias e de tratamento de quimioterapia por falta de medicamentos. No orçamento deste ano, estão previstos R$ 38 milhões para o hospital, a direção alega que são necessários R$ 75,6 milhões.

Vinte e oito medicamentos, dos quais 10 são básicos para o tratamento da maioria dos tumores estão em falta. Outros 14 estão com estoque crítico.

Mais Lidas