DEVOÇÃO

Católicos lotam Basílica de Nossa Senhora do Carmo para homenagear padroeira do Recife

A tradicional missa campal começa às 15h e dá início ao encerramento da festa em 2015. Depois disso, a imagem será levada para a Igreja do Carmo em Olinda

Da Rádio Jornal; atualizada às 17h30
Da Rádio Jornal; atualizada às 17h30
Publicado em 16/07/2015 às 10:54
Leitura:
Foto: Rafael Carneiro/Rádio Jornal


A homenagem à virgem do Carmelo na capital pernambucana começou há 319 anos. O tema escolhido para o evento faz referência aos 500 anos de nascimento de Santa Teresa D´Ávila. Mais de 100 mil fiéis devem comparecer à Igreja nesta quinta-feira (16). Saiba mais na reportagem de Rafael Carneiro:



Foto: Isabela Dias / Rádio Jornal


A festa chega ao ponto alto do dia em que celebra a aparição de Maria no Monte Carmelo, em Israel. Estão programadas uma série de atividades com 17 missas na basílica e no claustro do convento durante todo o dia. A missa das 10h foi presidida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Antônio Tourinho Neto.


Foto: Isabela Dias / Rádio Jornal


Já Dom Fernando Saburido celebrou a tradicional missa campal às 15h no Pátio do Carmo. A procissão com o andor e a imagem da santa vai ser levada pelos devotos até a igreja do Carmo, em Olinda. Frei José Leandro de Alencar, da ordem dos Carmelitas, afirmou que o povo tem muita fé na Virgem do Carmelo:



O prefeito do Recife, Geraldo Julio, foi recebido pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, antes da missa campal. Na ocasião, o prefeito falou sobre as investigações da Operação Lava-Jato, que envolve denúncias sobre o PSB, e diz que as investigações vão comprovar que "não houve irregularidade":



O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, fala da devoção dos recifenses à Nossa Senhora do Carmo:

Foto: Isabela Dias / Rádio Jornal


A 319ª edição da festa em homenagem à padroeira se encerra com a procissão. Com Dom Fernando à frente e trios elétricos, a procissão saiu do Recife por volta das 16h50, para percorrer um percurso de 7,5 km. Muitos fiéis aproveitam a oportunidade para pagar promessas:

O cortejo segue pela Av. Dantas Barreto, passando pela Av. Guararapes, Ponte Duarte Coelho, Rua da Aurora, Av. Mário Melo, Av. Cruz Cabugá, Av. Olinda, Av. Sigismundo Gonçalvez e, por fim, Av. Liberdade. O percurso será animado com trios elétricos, apresentações e orações

HISTÓRIA - A Santa já era venerada em um pequeno povoado do Monte Camelo, em Israel, desde o século XII. Diz a tradição que ela teria aparecido aos fiéis e onde o profeta Elias se refugiara. Porém, no Século XIII, a invasão mulçumana afastou os monges do local, que pediram proteção à Nossa Senhora do Carmo. Foi então que ela os deu um escapulário para a proteção. De acordo com a tradição, a Santa é padroeira dos professores e educadores, além de ajudar a encontrar pessoas desaparecidas.

Mais Lidas