MAIS UMA VEZ

Confusões no metrô e nas redondezas do Arruda são registradas antes do jogo do Santa

Uma confusão na estação do Barro e na Rua das Moças foi registrada

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/07/2015 às 16:15
Leitura:
Foto: Alexandre Gondin / JC Imagem

O esquema de segurança para a partida entre Santa Cruz e Atlético-GO conta com 440 policiais militares, segundo a PM. As confusões, porém, começaram cedo na ida para a partida, no Metrô do Recife e nas redondezas do Arruda.

Um torcedor do Sport foi agredido na estação do Barro, linha Centro do Recife, e alguns princípios de tumulto foram registrados no local. O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Diogo Morais, afirmou que dos 108 policiais prometidos, apenas 20 chegaram na Estação Recife, com uma hora e meia de atraso: "é um descaso com a população e com os metrôviários", disse.

O presidente do sindicato afirmou, ainda, que alguns maquinistas pararam as atividades por causa da falta de segurança, mas quem está operando os trens são os supervisores.

Nas imediações do estádio do Arruda, na Zona Norte do Recife, o repórter João Victor Andrade presenciou mais uma confusão: na entrada da Rua das Moças, no momento em que a torcida do Atlético-GO chegou à partida, um grande tumulto se formou e a Polícia Militar utilizou gás lacrimogêneo para dispersar a confusão. Segundo o departamento médico da partida, nenhum ferido com bala de borracha foi registrado, apenas um torcedor com uma laceração no couro cabeludo, provavelmente causada por alguma pancada.

A partida entre Santa Cruz e Atlético-GO ocorre às 16h30.

Mais Lidas