MEIO AMBIENTE

Pescadores de Paulista acusam Compesa de lançar esgoto no mar e causar desaparecimento de peixes

Integrantes da categoria pedem uma intervenção do Ministério Público, da Prefeitura do Paulista e da CPRH

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/07/2015 às 5:50
Leitura:
Foto: reprodução/internet


Pescadores da Cidade do Paulista realizam um protesto na manhã desta segunda-feira (20) na Colônia Z-2, em Pau Amarelo. Os trabalhadores realizam o ato para denunciar o excesso de esgotamentos sanitários despejados no mar sem tratamento.

De acordo com a categoria, a poluição é responsável pelo desaparecimento de várias espécies de peixes como a tainha, boca-mole, barbudo, saúna e outras que compõem a pesca artesanal do local. Eles afirmam que os mariscos também desapareceram no trecho que vai da praia do Janga até Maria Farinha, ou seja, em todo o litoral da cidade.

Os pescadores dizem que precisam se deslocar até Mangue Seco, em Igarassu, para realizar uma pesca produtiva. Eles responsabilizam a Compesa pelo crime ambiental e cobram uma intervenção do Ministério Público, da Prefeitura do Paulista e da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH).

Mais Lidas