DIRETO DE BRASÍLIA

Projeto do deputado Silvio Costa planeja amenizar a Lei da Ficha Limpa

Hoje, a lei torna inelegível aqueles candidatos que forem condenados em segunda instância; com o projeto, só aqueles julgados em última instância serão inelegíveis

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/07/2015 às 8:20
Leitura:
Foto: Reprodução / Internet

A Lei da Ficha Limpa, que mobilizou o País com mais de um milhão e seicentas mil assinaturas impedindo que 400 candidatos corruptos disputassem as eleições, pode estar com os dias contados por causa de um projeto do Deputado Silvio Costa (PSC-PE).

O projeto do vice-líder do Governo ameniza a lei para os políticos que tiverem as contas rejeitadas pelas câmaras dos vereadores, que, segundo Silvio Costa, "muitas vezes fazem análises políticas, e não técnicas". Hoje, candidatos condenados em segunda instância já se tornam inelegíveis, com esse projeto, ele só se torna inelegível quando julgado na última instância.

O relator do projeto da Lei da Ficha Limpa, o Deputado Índio da Costa (PSD-RJ), disse que o projeto é um retrocesso e que ignora os efeitos positivos da lei para a moralização da política brasileira "É a mesma coisa de rasgar a ficha limpa (...) é um retrocesso pro Brasil", disse.

O projeto de Silvio Costa está sendo discutido na Câmara dos Deputados bem na época em que os deputados ameaçam não aprovar as conhecidas como "pedaladas fiscais". Confira o comentário diário de Romoaldo de Souza, repórter da Rádio Jornal em Brasília, publicado no Redator de Plantão desta segunda-feira (20). O programa é transmitido da segunda ao sábado, das 6h às 6h45:

Mais Lidas