DIRETO DE BRASÍLIA

Governo tenta selar a paz com Eduardo Cunha, que diz não estar "fazendo guerra"

Michel Temer, do mesmo partido do Presidente da Câmara, classificou o ocorrido como uma "crisezinha"

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/07/2015 às 8:14
Leitura:

A presidente Dilma Rousseff mandou um emissário selar a paz com Eduardo Cunha, mas recebeu uma rejeição falando que "não é hora de reaproximação". Em Nova Iorque, o vice-presidente Michel Temer (PMDB), do mesmo partido de Cunha, classificou a decisão de Cunha como "crisezinha".

Em Brasília, o líder do Governo na câmara dos deputados, José Guimarães (PT-CE) falou sobre a necessidade de dialogar e de levantar a "bandeira da paz", mas Cunha afirmou que não estava fazendo uma guerra. Confira o comentário diário de Romoaldo de Souza, repórter da Rádio Jornal em Brasília, publicado no Redator de Plantão desta terça-feira (21). O programa é transmitido da segunda ao sábado, das 6h às 6h45:

Mais Lidas