CARNABAL

Nos 50 anos de Chico Science, Galo da Madrugada homenageia a mistura do frevo e do manguebeat

O desfile de número 39 do Galo da Madrugada pega carona no músico considerado "O Cientista dos Ritmos", e vai apresentar a mescla de ritmos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/07/2015 às 14:07
Leitura:
Foto: acervo JC Imagem


O clube de máscaras Galo da Madrugada tem data de desfile e tema definidos para 2016. O gigante da Ponte Duarte Coelho leva para as ruas do Centro do Recife, no próximo dia 6 de fevereiro, a mistura do frevo com o balanço do manguebeat. O movimento criado nos anos 1990, aqui em Pernambuco teve como principal nome Chico Science, o homenageado. Se estivesse vivo, o cantor completaria 50 anos.

O desfile de número 39 do Galo da Madrugada pega carona no músico considerado "O Cientista dos Ritmos", e vai apresentar a mescla de ritmos do estado como frevo, coco, maracatu e ciranda, com pegada do rock, funk, e soul.

Foto: Rafael Carneiro / Rádio Jornal


A filha única e herdeira de chico, a cantora Lula Lira, esteve na apresentação e vai participar da produção artística do desfile da agremiação, um dos maiores blocos de carnaval do mundo. O companheiro de Nação Zumbi e um dos criadores do movimento musical pernambucano que ganhou o mundo, Alexandre Dengue, não vê a hora de mais de 2 milhões de pessoas cantarem as músicas do artista.

Entre as obras de Chico Science, dois álbuns figuram na lista dos 100 melhores discos da música brasileira na revista Rolling Stone, Da Lama ao Caos s e Afrociberdelia.

Mais Lidas