VIA MANGUE

Obras da mão dupla da Via Mangue devem ser concluídas até dezembro deste ano

A Prefeitura do Recife retomou o projeto original para implementação do sentido subúrbio-centro na pista leste do corredor

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/07/2015 às 17:50
Leitura:
Foto: JC Imagem | Reprodução


A Via Mangue, corredor viário de acesso à zona Sul do Recife, deverá ser uma avenida de mão dupla. A Prefeitura do Recife retomou no dia 04 de maio o projeto original para implementação do sentido subúrbio-centro na pista leste do corredor. De acordo com a prefeitura, as obras devem ser concluídas em dezembro deste ano.

Para especialistas, acessos ao sistema viário de Boa Viagem, que funcionariam como rotas de fuga e uma nova ligação com a avenida Antônio de Góes, também no Pina, seriam algumas das soluções para minimizar os problemas enfrentados pelos motoristas.

De acordo com o especialista em trânsito e transporte, César Cavalcanti, que atuou como consultor da ATP Engenharia - empresa contratada para fazer os estudos de circulação da via mangue - a solução ideal seria o prolongamento do túnel da via sob a avenida Antônio de Góes.

Entre as partes concluídas da obra, estão os acessos às ruas Maria Carolina – que já está liberada para o tráfego; Tenente João Cícero e Padre Bernardino Pessoa – ainda bloqueadas. Também está prevista a requalificação do acesso a outras três vias: Professor Eduardo Wanderley Filho, Henrique Capitulino e Tomé Gibson. Para César Cavalcanti, a expectativa é que a obra atenda a necessidade da população.

Calçadas, ciclovia e a alça da ponte do Encanta Moça, que fica próximo ao Shopping Rio Mar, fazem parte desta etapa da obra. O investimento total é de R$ 431 milhões, que envolve recursos da prefeitura e do programa de aceleração do crescimento. Depois de concluída, a pista leste deve receber aproximadamente 30 mil veículos por dia.

Mais Lidas