Série B

Na Arena Pernambuco, Náutico vira sobre o Vitória e chega ao G4

Em Santa Catariana, Santa Cruz perde o ritmo do jogo e fica no 0 X 0 com o Criciúma.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/07/2015 às 19:15
Leitura:
Foto: André Nery/JC Imagem

Com dois jogadores expulsos e uma desvantagem considerável, o Náutico fez o que pode na Arena Pernambuco para sair vencedor da partida contra o Vitória-BA. E não fez pouco. O Timbu entrou em campo neste sábado com marcação cerrada e mereceu a virada de 2 X 1 contra os baianos. O Náutico agora está em 3º lugar no Campeonato Brasileiro da Série B, enquanto o Vitória caiu duas posições e está em 4º.

O Santa Cruz não teve a mesma raça nem a mesma sorte que o Timbu. Com temperatura média de 17º, o Tricolor Pernambucano foi até Criciúma para enfrentar o time que leva o nome da cidade. A partida começou morna, o Santa Cruz reagiu, mas perdeu o ritmo e precisou se conformar com o empate em 0 X 0. O Santa Cruz e o Criciúma permanecem em 9º lugar e 10º lugar, respectivamente.

O grande destaque do primeiro tempo do jogo entre o Náutico e o Vitória foi a briga entre Elton e Gaston. A confusão começou com cartões amarelos e piorou quando Elton deu um empurrão em Gaston. Houve nova discussão e os dois tiveram que deixar o campo.

Outro destaque foi o gol de Rhayner, aos 4 minutos do primeiro tempo. Logo depois, ele chegou a sentir uma lesão na coxa, mas voltou a campo e ficou no jogo até o fim da partida. Ouça o gol, com a narração de Roberto Queiroz:

No jogo entre Santa Cruz e Criciúma, o destaque foi para o gol de Anderson Aquino que foi invalidado pelo árbitro, alegando impedimento. Despois do lance, o Santa Cruz cresceu em jogo, mas desperdiçou as oportunidades de abrir o placar. No segundo tempo, os ânimos se apagaram e o jogo chegou a dar sono.

Em entrevista coletiva para a imprensa, o técnico do Santa, Marcelo Martelotte, afirmou que já esperava a dificuldade que foi o jogo. Segundo ele, as chances poderiam ter sido mais bem aproveitadas, mas, avaliando o jogo de maneira geral, o resultado foi positivo.

Na partida entre o Timbu e o Leão da Barra, o segundo tempo foi dedicado ao Náutico. O dono da casa chegou ao empate pelos pés de Douglas aos 10 minutos do segundo tempo. O lance começou quando Edney, do Vitória, tentou impedir Douglas de chegar ao gol. O árbitro viu irregularidade e marcou o pênalti. O próprio Douglas marcou e deixou o placar todo igual.

O segundo gol, o da virada, chegou aos 28 minutos do segundo tempo, logo depois da expulsão de Mansur. O estreante da noite chegou em forma para a partida contra o rival baiano. Rafael Pereira recebeu a bola, driblou a defesa e caiu em cima do Vitória, virando o placar.

A próxima partida do Náutico acontece na terça-feira (28), contra o Paraná. No mesmo dia, o Santa Cruz enfrenta o Bahia.

Mais Lidas