SERVIÇOS

Servidores do Detran entram em greve a partir da próxima quarta-feira

Com a paralisação, apenas vão ser realizados os serviços considerados de emergência, a exemplo de documentos vencidos e os que estão prontos devem ser entregues

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 31/07/2015 às 14:04
Leitura:
Foto: Amanda Duarte / JC


A partir da próxima quarta-feira (5) apenas 30% dos funcionários do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), devem atender ao público em todos os postos do órgão. A decisão de entrar em greve por tempo indeterminado foi definida pelos servidores nesta sexta-feira (31), depois da assembleia da categoria realizada na frente da sede do Detran, no bairro da Iputinga, na Zona Oeste do Recife.

Com a paralisação, apenas vão ser realizados os serviços considerados de emergência, a exemplo de documentos vencidos e os que estão prontos devem ser entregues. As ações da blitiz de alcoolemia, a lei seca, não devem ser afetadas. O grupo reivindica um reajuste salarial de 9,75%. O presidente do Sindetran-PE, Alexandre Bulhões, detalha as demais necessidades dos servidores e assegura que não houve espaço para negociação:

Os servidores tem que esperar 72 horas úteis para dar início a redução das atividades, prazo que termina a 0h da quarta-feira. De acordo com Alexandre, enquanto esperam, os funcionários planejam os próximos passos da greve, que devem incluir interdições de vias e passeatas, semelhantes a que foi realizada nesta sexta-feira, quando o grupo caminhou da sede do Detran a Avenida Caxangá e interrompeu o fluxo de veículos.

A orientação dos servidores para quem precisa do atendimento do Detran é procurar o mais rápido possível um dos postos de serviço, nos shoppings do Grande Recife ou na sede do órgão, na Zona Oeste da capital. A assessoria de imprensa do Detran afirmou ainda não ter posicionamento sobre a greve.

Mais Lidas