CRIME

Polícia Civil faz buscas para encontrar corpo de dona de casa desaparecido em maio

Patrícia mantinha um relacionamento, há 14 anos, com o suspeito de tirar a vida dela

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/08/2015 às 14:10
Leitura:
Foto: Arquivo pessoal


A prisão do caminhoneiro, José Cláudio Marques Siqueira, de 37 anos, na semana passada, no Maranhão, ajudou a Polícia Civil a entender o desaparecimento de Patrícia Pereira da Silva, de 31 anos.

Patrícia mantinha um relacionamento, há 14 anos, com o suspeito de tirar a vida dela. Em depoimento, ele confessou ter matado por ciúmes a mãe do filho dele. Há quase três meses, a titular da Delegacia da Mulher em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, Débora Tenório, trabalha no caso e explica como a vítima foi morta:



Depois de deixar o corpo de Patrícia nas margens da BR 410, na Bahia, o caminhoneiro percorreu várias cidades baianas, além passar por Sergipe e Maranhão, onde foi capturado pela Polícia Rodoviária Federal. Para fugir de bloqueios, José Cláudio transportava as cargas à noite.

Ainda no depoimento, o foragido disse que, 15 dias antes do crime, reatou o relacionamento com a vítima escondido da família. Patrícia tinha entrado com um processo na Justiça pedindo proteção à Lei Maria da Penha e retirou a pedido do ex-companheiro.

O trabalho da Polícia Civil de Pernambuco, agora, é encontrar o corpo desaparecido. Diligências estão sendo organizadas na Bahia.

Mais Lidas