CONTRIBUINTE

Das 65 agências do INSS, 3 estão funcionando parcialmente

Servidores ligados ao Sindsprev-PE estão em greve há 24 dias

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/08/2015 às 9:10
Leitura:
Agência do INSS na Av. Mario Melo
Foto: Google Street View

Há 24 dias em greve, os servidores ligados ao Sindicato dos Trabalhadores Púbicos Federais em Saúde e Previdência Social em Pernambuco (Sindsprev-PE) aguardam o avanço nas negociações com o governfo deferal. Só em Pernambuco, 1600 pessoas que trabalham nas agências do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) estão mobilizadas no movimento. Das 65 agências apenas uma em Camaragibe e duas no interiror funcionam parcialmente.
Na Avenida Mário Melo, apenas perícias médicas estão sendo atendidas.

O repórter Rafael Carneiro foi ao local verificar a situação e conversou com a educadora Edith Farias, com 37 anos de contribuição e 66 anos de idade, estava agendada para engressar hoje com o pedido de aposentadoria e não teve sucesso. "É um direito, né? Dever meu já cumprido, as minhas contribuições, mas a parte do INSS tá muito difícil", disse a trabalhadora.

O Governo Federal ofereceu reajuste de 22% dividido até 2019, a serem pagos, parceladamente, a partir de 2016. "Houve uma negociação semana passada mas não foi satisfatória. Foi uma proposta muito irrisória", explicou Anibal Cavalcanti, diretor do Fiscal do Sindsprev-PE. Esta semana existe uma nova rodada de negociação. Na próxima quarta-feira (5) um ato está programada, mas ainda não tem horário e nem local definidos.

Mais Lidas