EM AREIAS

Polícia investiga versões sobre assassinato de PM aposentado por vigilante de carro forte

As investigações estão a cargo do DHPP

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/08/2015 às 6:41
Leitura:
Foto: Fernando da Hora/ JC Imagem


O sargento da reserva Fernando José Moreira de Barros, de 53 anos, foi morto a tiros no fim da tarde dessa segunda-feira (3). Ele teria sido alvejado por um vigilante de um carro-forte, na Rua Aires Belo, em Areias, na Zona Oeste do Recife.
Há duas hipóteses relacionadas ao caso. A primeira é sobre uma tentativa de assalto com envolvimento do Policial Militar.
Segundo depoimento de seguranças à polícia, Fernando José tentou roubar o carro-forte e por isso foi atingido pelo disparo do vigilante.
A outra versão é de pessoas próximas ao morto. O mecânico Cláudio Neres Santos Peixoto, de 26 anos, estava na garupa da moto pilotada por Fernando.
De acordo com ele, o PM foi pressionado pelo carro-forte, que chegou a bater na perna do piloto. Fernando José não gostou da ação do vigilante e seguiu o carro até que a troca de tiros acontecesse.

Confira os detalhes na reportagem de Houldine Nascimento:

Ao chegar no viaduto Ulysses Guimarães, ele teria mandado Cláudio ir embora com a moto. O sargento seguiu a pé até a Rua Aires Belo, onde foi alvejado.
Segundo o capitão José Bonifácio, do 12º batalhão da Polícia Militar, o resultado depende do Instituto de Criminalística. As investigações estão a cargo do DHPP.

Mais Lidas