SUDENE

Reunião entre Tribunal Regional do Trabalho e Associação dos Magistrados deve definir o futuro da Sudene

Na terça-feira (28), a primeira vara da Justiça Federal determinou a interdição do local diante de problemas estruturais no sistema de prevenção em combate a incêndios do prédio

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/08/2015 às 16:41
Leitura:
Foto: Isabela Dias/Rádio Jornal


Está sendo realizada na tarde dessa terça-feira (04) a reunião que deve decidir o futuro das 23 varas do trabalho, que ficam no prédio da Sudene, no bairro do Engenho do Meio. Estão presentes no encontro representantes do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e da Associação dos Magistrados. A reunião está sendo conduzia pela presidente do TRT, Gisane Barbosa.

"A gente está na expectativa de ouvir, da administração do Tribunal, uma solução para esse grave problema a respeito das instalações da Sudene. Estamos nessa expectativa para depois deliberar qual vai ser o encaminhamento dos associados", afirmou o presidente da Associação dos Magistrados, André Machado.

Na terça-feira (28), a primeira vara da Justiça Federal determinou a interdição do local diante de problemas estruturais no sistema de prevenção em combate a incêndios do prédio. Na quinta-feira (30), uma decisão do TRT suspendeu a liminar, possibilitando a volta do funcionamento da Sudene.

Saiba mais na reportagem de Isabela Dias:

Mais Lidas