CAOS

Cremepe e Simepe cobram do poder público melhorias na assistência ao parto no SUS

As instituições traçam um quadro preocupante: dezenas de municípios no interior sem contar com unidades básicas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/08/2015 às 7:57
Leitura:

Instituições visitaram maternidades nessa quinta-feira (6)
Foto: Cremepe

Entidades médicas voltam a cobrar do poder público melhorias imediatas na rede de assistência ao parto no SUS. Repercute a nota assinada pelo Conselho Regional de Medicina (Cremepe) e o Sindicato dos Médicos (Simepe) sobre a situação. As instituições traçam um quadro preocupante: dezenas de municípios no interior sem contar com unidades básicas.

E na capital, maternidades superlotadas com grávidas em trabalho de parto nos corredores, cadeiras e macas. Tanto o Conselho Estadual de Saúde quanto o Ministério Público têm conhecimento dos problemas. Silvio Rodrigues, presidente do Cremepe avalia o cenário do Recife – a metrópole que em tese deveria ter um sistema eficiente:

Mais Lidas