AÇÃO

Ação vai ser ajuizada pelo Sinpol pedindo inconstitucionalidade do Programa de Jornada Extra da Segurança Pública (PJES)

De acordo com o Sindicato dos Policias Civis de Pernambuco, o programa é o responsável por problemas de saúde na categoria

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 10/08/2015 às 16:01
Leitura:
Foto: Reprodução internet


Nesta segunda-feira (10), o Sindicato dos Policias Civis de Pernambuco, Sinpol, vai ajuizar uma ação direta no Supremo Tribunal Federal pedindo a inconstitucionalidade do Programa de Jornada Extra da segurança pública (PJES).

De acordo com o Sinpol, o programa é o responsável por problemas de saúde na categoria, que chega a realizar, por mês, 96 horas extras a mais que a escala normal.

O sindicato também denuncia os números da violência no estado. Só este ano, 2.206 pessoas foram mortas. Além disso, só na região metropolitana, mais de 1.000 ônibus foram assaltados.

Mais Lidas