INVESTIGAÇÃO

Menor que confessou ter atirado no professor em assalto no Galetus foi liberado pela polícia

O adolescente não falou com a imprensa, mas a advogada do suspeito afirmou que foi um "ato impensado" do menor

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/08/2015 às 17:22
Leitura:
Imagem do assalto dentro do restaurante Galettus, no bairro do Cordeiro
Foto: Reprodução | Polícia Civil


Depois de confessar à polícia que disparou contra o professor de 39 anos, morto durante assalto a um restaurante na zona oeste do Recife no último domingo (9), o adolescente de 17 anos foi liberado pela polícia, saindo a pouco pela porta da frente da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro.

Ele não falou com a imprensa, mas a advogada do suspeito, Cícera Lins, conversou com a repórter Lélia Perlim, e afirmou que foi um “ato impensado” do menor, e que ele estaria arrependido do que fez. A advogada falou ainda que ele confessou o crime e que não se exime da responsabilidade.

Enquanto a advogada falava com a imprensa, o adolescente foi flagrado sorrindo dentro do carro. Como ainda não há mandado de apreensão contra ele, e o flagrante já passou, o menor segue em liberdade. Pouco depois desse episódio, o outro envolvido no caso, Marcelo Henrique dos Santos Silva, de 24 anos, retornou ao DHPP após realizar exames no Instituto de Medicina Legal.

Mais Lidas